Mobile, Serviços de Hospedagem

As desvantagens da Hospedagem compartilhada

28 de março de 2017
Desvantagens da hospedagem compartilhada

Dificilmente encontraremos planos de hospedagem a preços tão acessíveis quanto aqueles praticados nos planos compartilhados hoje em dia. Atualmente é possível colocar um site no ar a custos relativamente baixos, se você optar por praticamente qualquer plano de hospedagem nesta modalidade. Além disso, você não precisa ser um grande conhecedor no que se refere à questões mais técnicas e poderá se ver livre de grandes preocupações quanto a manutenção do servidor, uma vez que isto é feito por uma equipe especializada e completamente dedicada à tarefa. Mas, este modelo de hosting pode ser um verdadeiro terror para desenvolvedores mais pragmáticos, que valorizam as metodologias mais modernas e ágeis, no que se refere a desenvolvimento de software. Há também outras dificuldades bem conhecidas, que você verá nas próximas linhas.

Segurança

Isto pode não ser um problema para uma grande parcela dos proprietários de aplicações web, mas se você vai dividir o ambiente de hospedagem do seu site com vários outros usuários, então é bom saber que nestas circunstâncias reside um risco em potencial, se a questão da segurança for algo crítico para sua aplicação. Considerando que você estará em um ambiente compartilhado, se um determinado website sofrer uma invasão então o seu site, bem como todos os outros sites que estiverem no mesmo servidor, também estarão comprometidos. Imagine uma outra situação na qual um cracker assina um plano de hospedagem compartilhada e usa a aplicação dele para violar as outras presentes no mesmo servidor. Nós sabemos que isto é possível. Em um plano de hospedagem desta natureza, você não tem acesso ou permissão para alterar uma grande parcela das configurações do Apache ou PHP, de modo a aumentar a segurança. São limitações que vêm sendo atenuadas conforme evoluem algumas ferramentas de segurança, mas isto jamais deixará de ser um grande problema.

Performance

Na hospedagem compartilhada há uma máquina dividindo seus recursos de HD, memória e CPU entre vários websites hospedados no mesmo ambiente. Acresce que, eventualmente um ou outro desses websites pode ganhar um pico de acessos de uma hora para outra, acompanhado de um aumento repentino no consumo desses recursos. Nestas circunstâncias o seu site será diretamente afetado, pois grande parte do poder de processamento da máquina será consumido por outra aplicação, naquele momento. Então, há momentos em que uma aplicação demanda mais recursos que outras e como estamos falando de um ambiente onde os recursos são compartilhados, nestas ocasiões o acesso à sua homepage ficará mais lento, ou pior.

Customização? Esqueça!

É fato conhecido que os hosts compartilhados possuem opções de customização bastante limitadas. Você ainda pode personalizar várias configurações via painel, mas se precisar instalar algum componente importante para o funcionamento da sua aplicação, então saiba que isto não será possível. Hoje eu gerencio alguns sites hospedados em servidor compartilhado e lá eu não posso usar ferramentas como o SSH (algumas empresas até permitem), o Git, também não posso instalar nenhum pacote no servidor e me limito a usar apenas o PHP e a fazer deploy por FTP, bem à moda anos 90. Se pretende desenvolver uma aplicação em NodeJS, Python/Django, ou Ruby/Rails/Sinatra também não vai rolar, esqueça. Os planos de hospedagem compartilhada castram qualquer desenvolvedor que pretenda trabalhar em aplicações realmente grandes e usando práticas mais modernas de desenvolvimento, é desanimador.

Devo mesmo optar por um plano de hospedagem mais robusto?

Depende. Se você pretende publicar uma aplicação mais simples, como um blog ou site em WordPress que não tenha grandes perspectivas de crescimento a curto prazo, então um host compartilhado pode ser mais do que suficiente. Mas, se por outro lado, o seu interesse é hospedar uma aplicação maior e mais complexa, com média de acessos mensais que se coloque em escalas maiores, e que demande tecnologias e recursos que normalmente não se encontram disponíveis em servidor compartilhado, então eu sugiro que considere algo como um VPS (Servidor Virtual Privado), um Cloud, ou ainda um servidor dedicado. Cada uma destas três opções permite que você configure o servidor à sua maneira, personalizando todos os recursos e instalando os pacotes que precisar, com total independência. Não há limites, por assim dizer.

Quando usar Cloud, VPS ou Dedicado?

Você estará agindo com sabedoria, caso escolha apenas aquele plano que realmente vai precisar, e quando precisar. Se você deseja ter mais controle sobre seu servidor, há uma grande variedade de situações nas quais um VPS será mais do que suficiente. Você deverá optar por uma “artilharia mais pesada”, como um Cloud ou dedicado, apenas se suas as aplicações tornarem-se bastante populares e passarem a sentir o peso de grandes picos de acessos, partindo de milhares de visitantes. É sempre bom lembrar que um pouco de conhecimento técnico não lhe fará mal, caso queira administrar seu servidor VPS com mais eficácia, ou senão, saiba que há serviços de VPS semi-gerenciados, ou completamente gerenciados e nestes casos você não precisará se preocupar tanto com questões mais técnicas e jargões complexos, sobrando tempo para focar no que mais importar para você. Eu utilizo um VPS muito bom há quase 5 anos e estou muito satisfeito. Fornecem um bom suporte e jamais tive problemas de qualquer natureza com eles. Então, recomendo os planos da: Digital Ocean (Pode pagar com Paypal). Todos os planos contam com SSD e o mais básico deles custa 5,00 USD, com 512mb de RAM, 20GB SSD e 1GB de transferência. Mas como assim, Bial, você falou dólares?? Não tenho cartão internacional!! Calma, apenas continue lendo :-).

Certo, já entendi. Mas quanto custa essa brincadeira toda? Lembre-se que moro no Brasil

Estamos em um país onde tudo é caro, é verdade. Aqui, nosso dinheiro não vale praticamente nada. Então, se você for um Dev independente e não pretende investir caro em planos de hospedagem VPS, talvez não seja uma boa ideia contratar estes serviços aqui no Brasil, onde alguns preços praticados são ridículos e trazem benefícios medíocres. Todos os meus projetos, por exemplo, estão hospedados em um servidor de fora e eu acabo pagando bem menos do que pagaria em um serviço nacional equivalente. Mas, Fred, vou pagar em dólar, e não tenho cartão internacional!! Bem, isto não deve ser um problema, pois hoje você pode contar com serviços de cartão internacional na modalidade pré-pago, como o ContaSuper, onde é possível fazer uma recarga pagando via boleto bancário e usar seus créditos para fazer compras internacionais.

Tem ainda o cartão Nubank, nacional/internacional, que não cobra taxa de anuidade e se tornou o cartão “xodó” de muita gente. Estou utilizando o Nubank hoje para comprar temas no ThemeForest, pagar meu plano de VPS na Digital Ocean, comprar jogos de videogame na PSN, e outras compras internacionais. Praticamente todo o processo de cadastro da sua conta – e gerenciamento da mesma, é feito pelo aplicativo deles, no seu smartphone. Então, você só vai precisar de um android, IOS, ou Windows Phone, além de ser maior de 18 anos. Já ouvi relatos de pessoas que fizeram o cadastro há meses e ainda estão na fila para serem aprovados, mas se você for indicado por alguém que já seja usuário do serviço, então seu cadastro terá chances de ser aprovado bem mais depressa. Eu tenho cerca de 10 convites que posso enviar, caso queira um, entre em contato comigo pelo link “contato”, no menu deste blog. Sendo aprovado, você terá um cartão internacional sem anuidade e poderá assinar um VPS, um Cloud ou dedicado, pagando em dólar.

Se por acaso ainda não estiver convencido e pretenda mesmo contratar um servidor compartilhado para hospedar o seu site, prefira aqueles que contem com recursos como um SSD com boa taxa de operações de escrita por segundoCloudFlare (CDN), ou o Varnish Cacheacelerador HTTP projetado para sites web dinâmicos com alto volume de conteúdo. São funcionalidades presentes em alguns serviços de hosting compartilhados hoje e que ajudam muito na questão da performance.

Dúvidas? Sugestões? Algo mais? Escreva nesta área de comentários aí em baixo.

Like

Veja também